Para comemorar os dez anos de atuação em Parauapebas, no Pará, Alan Carneiro Pinheiro, sócio-diretor do provedor de internet CarajásNet, decidiu brindar seus clientes com novos planos com velocidade de até 100 Mbps. Para isso, está cobrindo a cidade com uma rede de fibra óptica, além de interligá-la a Marabá por um backbone de 200 quilômetros.

Com a substituição do rádio pela fibra, em muitos locais a velocidade está sendo multiplicada por dez, conta Alan, um baiano criado no interior do Maranhão e, mais tarde, no Pará. Por enquanto, a rede de fibra está iluminando os bairros Cidade Nova, União, Primavera, Chácaras, Maranhão, Liberdade I e II e Rio Verde. Depois, o serviço será estendido para outras regiões da cidade.

Junto com a banda larga, a CarajásNet oferece também o serviço de telefonia fixa e, em outubro deste ano, começa a distribuir o serviço de TV – primeiro só os canais abertos. A partir de janeiro, de 2018, os canais fechados serão disponibilizados. “Testes de campo já estão sendo feitos,” afirma Alan, em reportagem republicada em sua página no Facebook.