A Cemig Telecom vai investir R$ 20 milhões em infraestrutura de rede no biênio 2017/2018, com o objetivo de expandir a capacidade de transporte e reduzir a latência. Serão 2 mil quilômetros de rede óptica DWDM nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. A transmissão implantada tem a capacidade total de 4 Tbps.

De acordo com o diretor Comercial e de Operações da Cemig Telecom, Fabio Abreu, além dos equipamentos DWDM está sendo implantada uma nova camada de serviços de alta capacidade. Os equipamentos adquiridos entrarão em operação com menos de 30% da sua capacidade nominal disponível, permitindo expansões.

“No início do segundo semestre, entrará em operação um novo centro de roteamento em Belo Horizonte, com capacidade de aproximadamente 2 Tbps, totalmente redundante. Esse centro de roteamento será o novo Core de Serviços de alta capacidade com conexão direta em interfaces de 100 Gbps para comutação de dentro da rede e com destino à internet”, diz o executivo.

A nova implementação prevê também um modelo de comutação local de serviços para os clientes que têm alta demanda de tráfego. Essa característica de comutação permitirá a troca de tráfego sem necessidade de ir até o núcleo central de roteamento. A Cemig Telecom está presente em sete estados. (Com assessoria de imprensa)