Em breve, todos os usuários do Facebook terão acesso à ferramenta “Clear History”.  O recurso foi prometido há um ano o por Mark Zuckerberg como parte dos esforços de controle de danos após as revelações da Cambridge Analytica. Essa empresa norte-americana teve acesso a dados de mais de 50 milhões de dados de usuários sem consentimento, a fim de fazer propaganda política,

O novo recurso, parte de um conjunto mais amplo de ferramentas que cobrem “atividades fora do Facebook”, não excluirá nada dos servidores do Facebook, simplesmente “desconectando” os dados da conta de um usuário individual. A “Clear History” está sendo lançado inicialmente na Irlanda, Espanha e Coréia do Sul, para ser seguido por um lançamento mundial “nos próximos meses”.

A ferramenta permite que os usuários vejam pela primeira vez a extensão do aparato de rastreamento do Facebook em toda a Web e lhes dá algum poder para controlar o que a empresa aprende sobre eles a partir dessa vigilância. Segundo o jornal The Guardian, as informações são enviadas para a rede social por outras empresas usando diversas ferramentas que o Facebook disponibiliza, incluindo o Facebook Pixel, uma imagem invisível incluída em algumas páginas, que muitos aplicativos e serviços usam em vez de criar seu próprio login Ferramentas.

Anteriormente, era impossível para os usuários ver quais empresas haviam enviado informações para o Facebook. A nova ferramenta mostra aos usuários uma lista de empresas que compartilharam informações com o Facebook e detalhes de quantas vezes eles fizeram isso. O recurso também permite que os usuários controlem parcialmente essas informações, “desconectando” a atividade compartilhada de suas contas por aplicativo ou totalmente e somente no passado ou permanentemente no futuro.

A seleção da opção mais completa interromperá o recurso Login com o Facebook, pois depende da capacidade de os aplicativos enviarem informações para a rede social. Apesar do fato de que a informação é simplesmente desconectada da conta de um usuário, em vez de ser totalmente removida dos servidores do Facebook, a empresa rotulou o botão de “limpar histórico”.

O Facebook reconheceu que o uso disseminado do recurso de histórico pode ter um impacto na receita dos anunciantes, considerando a importância do histórico da web para o sucesso da segmentação na plataforma do Facebook. Mas ela destacou que o Facebook foi a primeira empresa de publicidade online a oferecer esse recurso. “Esperemos que isso inicie uma conversa mais ampla sobre essa prática em particular”, disse ela.(Com agências)