O presidente da InternetSul, Magnum Foletto, assumiu a presidência do Conselho das Entidades de Tecnologia da Informação do Rio Grande do Sul (CETI-RS). Ele sucede a José Antônio Antonioni, presidente da Softsul, que comandou a entidade por um ano.

Uma das pautas do novo presidente do CETI é o fortalecimento do setor de TI junto ao poder público, bem como a manutenção de políticas públicas, ameaçadas pelo novo governo, como é o caso do Ceitec, fábrica estatal de chips, localizada em Porto Alegre (RS), que corre o risco de ser fechada. Para Foletto, hoje a estatal opera com perdas, mas é entendida pelo pessoal de TI como estratégica.

“Nosso trabalho, como porta-vozes da indústria tecnológica no estado, é discutir e apresentar ideias propositivas para o crescimento econômico. Em vez de simplesmente fechar empresas ou desativar iniciativas, é necessário primeiro ver como é possível transformá-las, otimizá-las e aproveitar seu potencial”, afirma Foletto.

Fundado em 2004 por entidades como SEPRORGS, Assespro-RS, InternetSul, Sucesu-RS e Softsul, entre outras, o CETI-RS tem como objetivo ser uma plataforma de articulação dos interesses das diferentes organizações participantes, trabalhando em favor do setor de tecnologia do estado.

O mandato do novo presidente do CETI é de um ano, seguindo o compromisso de rotatividade entre as entidades que compõem o conselho.(Com assessoria de imprensa)