CLICK THE MOUSE! Conceptual image of working with computer

O número de assinantes de banda larga fixa reportados pelas empresas à Anatel ficou praticamente estável no mês de fevereiro, se comparado a janeiro. Foram adicionados 51,9 mil novos acessos, o que equivale a 0,17 mais que no mês anterior. Ao todo, havia no país 31,3 milhões de clientes do serviço.

Empresas 2019-01 2019-02 Adições no período Variação
ALGAR (CTBC TELECOM) 581.405 584.295 2.890 0,50%
BT 23.030 22.988 -42 -0,18%
CABO 113.239 113.420 181 0,16%
DATORA 24 10 -14 -58,33%
OI 5.942.508 5.879.897 -62.611 -1,05%
Outras 6.511.260 6.626.756 115.496 1,77%
PREFEITURA DE LONDRINA/COPEL 309.973 307.567 -2.406 -0,78%
SKY/AT&T 352.367 344.929 -7.438 -2,11%
TELECOM AMERICAS 9.372.372 9.401.954 29.582 0,32%
TELECOM ITALIA 493.356 498.047 4.691 0,95%
TELEFÔNICA 7.561.152 7.532.822 -28.330 -0,37%
Total Geral 31.260.687 31.312.686 51.999 0,17%

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 29, pela agência. Em números absolutos, a Oi foi a operadora que mais desligou clientes (-62 mil). Já o conjunto dos ISPs regionais (classificados como Outras) adicionou 115 mil acessos. A Vivo perdeu 28 mil assinantes, enquanto a Claro/Net (Telecom Americas) ganhou 29 mil.

Em termos de participação de mercado, a Claro segue líder com a maior fatia, como se vê no gráfico abaixo, enquanto os provedores regionais vão ganhando espaço em relação às demais, aproximando-se da Vivo. Vale lembrar que, conforme a associação Abrint, que representa ISPs, os números da Anatel padecem de subnotificação por parte das pequenas empresas. Para a entidade, os provedores regionais já teriam passado até mesmo a Claro em quantidade de clientes.