Inconformados com os problemas de rompimento de cabos e das quedas de energia, dois ISPs de Boa Vista (RR) resolveram atuar para mudar esse quadro e oferecer um serviço de qualidade para seus assinantes. O primeiro passo foi contratar um novo link, da AltaRede, que tem uma latência menor do que o usado até então, da Oi, conta José Stênio Aguiar Pinheiro, dono 4WNet Telecomunicações.

Depois optou por usar energia solar para evitar quedas nos sistemas. Mas não parou por aí. Em parceria com a InfoRR Soluções em Tecnologias, criou um Ponto de Troca de Tráfego (PTT) privado, contratou um CDN nacional (Singular CDN) e assim levou para perto de seus clientes os conteúdos dos sites mais acessados, como Google, Facebook e Netflix e amenizou os efeitos dos constantes rompimentos de cabos. O PTT já está ligado IX.Br.

Com isso, as empresas expandiram suas clientelas e, além de atender o consumidor diretamente, ofertam link para outros ISP, empresas de outros segmentos e serviços para os órgãos governamentais e jurídicos da região, além de convênio com universidades. E agora partem para instalação de hot spots para atender seus clientes fora dos domicílios e até captar usuários eventuais.

As companhias já atendem a todos os municípios de Roraima, seja por meio de fibra óptica, satélite ou rádio e têm planos ambiciosos de expansão, por meio da conclusão do cabo que ligará o estado ao do Amazonas, atravessando até uma reserva indígena. No estado só existem dois cabos de internet, um ligado ao Amazonas e outro, da Oi, com saída pela Venezuela.

“O nosso objetivo é sempre melhorar a qualidade dos serviços que prestamos”, afirma Rizolmar Alves, da InfoRR. Além de todos os outros serviços, as duas empresas também ofertam colocation de espaço em dois datacenters já implantados e de cloud. Hoje as duas empresas atendem a mais de 10 mil clientes direta ou indiretamente.