O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto (NIC.br) e a GlobeNet anunciaram a implementação de um novo ponto de interconexão central no Ponto de Troca de Tráfego Internet de Fortaleza (IXP). A GlobeNet será responsável por hospedar a infraestrutura para o intercâmbio de tráfego na região Norte e Nordeste do Brasil, fornecendo seu datacenter na capital cearence. A expectativa é de que esse IXP se torne o segundo ponto de interconexão mais importante do país, logo atrás do Ponto de Troca de Tráfego de São Paulo.

Considerando o número grande e crescente de provedores, o novo IXP de Fortaleza fortalecerá a distribuição de conteúdo local baseado na internet. “Um país com proporções continentais como o Brasil não pode mais contar somente com um IXP para troca crítica de tráfego. Operadores de rede dispostos a trocar tráfego são convidados a também se conectarem em Fortaleza”, diz Milton Kaoru Kashiwakura, diretor de Projetos Especiais e de Desenvolvimento do NIC.br.

O NIC.br está implantando, no mesmo local, sua primeira infraestrutura de serviço completo fora de São Paulo. Frederico Neves, diretor de Serviços e de Tecnologia do NIC.br, explica que a resolução dos nomes de domínio ‘.br’ e todas as operações realizadas anteriormente pelo NIC.br somente em São Paulo estarão disponíveis também em Fortaleza: “Esses recursos visam tornar essa localidade o polo para as operações do NIC.br no Norte/Nordeste no Brasil”.

Eduardo Falzoni, CEO da GlobeNet, ressalta que o projeto beneficiará diretamente o número crescente de provedores de serviços na região. “A implementação do novo ponto de intercâmbio regional de Fortaleza destaca o compromisso da GlobeNet em ajudar nossos clientes a se expandirem para novos mercados e melhorar o acesso à internet para usuários finais no Brasil”, diz. (Com assessoria de imprensa)