O NIC.br (Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR) coordenou o desenvolvimento de recomendações que seguem as melhores práticas internacionais de segurança e atende às necessidades do mercado, tem o apoio da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). O objetivo é de reduzir riscos nas redes das operadoras e dos provedores de internet e minimizar custos e impactos resultantes de ataques à infraestrutura da rede.

No desenvolvimento do documento, a comunidade técnica da Internet foi consultada. O resultado é um documento que indica um conjunto mínimo de requisitos de segurança que devem ser especificados pelas operadoras e provedores de Internet (ISPs) ao adquirirem equipamentos de conexão de clientes (CPEs), de forma que esses tenham configurações seguras, com recursos de gerência e possibilidade de atualizações remotas.

É importante que todos os equipamentos disponibilizados pela indústria, que tenham conexão com Internet, sigam estas recomendações, afirma a Abinee. “Grandes operadoras já incluem, nas especificações dos produtos nas suas listas de compra, requisitos como os especificados no documento”, diz.

Clique aqui para download das recomendações:

Informações adicionais do Programa por uma Internet mais segura

(Com assessoria de imprensa)