Do Tele.Síntese

A cidade de Uberlândia (MG) continua a ser a mais receptiva do país à infraestrutura de telecomunicações, segundo ranking elaborado pela associação Telebrasil, que reúne operadoras e indústria. O Ranking das Cidade Amigas da Internet analisa as cem maiores cidades brasileiras em população e as legislações que facilitam ou impede a instalação de redes.

As qualidades da cidade mineira seriam menos burocracia e prazos curtos para a concessão de licença, menos de dois meses.

O Rio de Janeiro também foi premiado, com o título de município destaque pela evolução apresentada em relação ao ranking de 2016, subindo 61 posições. O Rio de Janeiro modernizou sua legislação, simplificou processos de licenciamentos e retirou várias amarras à expansão da infraestrutura, o que fez saltar da parte de baixo da tabela para a terceira colocação.

As primeiras colocadas no ranking, depois de Uberlândia, foram: Várzea Grande (MT), Rio de Janeiro (RJ), São José dos Campos (SP), Cascavel (PR), Rio Branco (AC), Cuiabá (MT), Duque de Caxias (RJ), Nova Iguaçu (RJ) e Juiz de Fora (MG). Nas últimas posições, da 91ª colocada até a 100ª colocada estão: Petrópolis (RJ), Belo Horizonte (MG), Manaus (AM), Ribeirão Preto (SP), Goiânia (GO), São José do Rio Preto (SP), Contagem (MG), São Paulo (SP), Brasília (DF) e Fortaleza (CE).

As cidades que mais dificultam a vida das operadoras são Petrópolis (RJ), Belo Horizonte (MG), Manaus (AM), Ribeirão Preto (SP), Goinânia (GO), São José do Rio Preto (SP), Contagem (MG), São Paulo (SP), Brasília (DF) e Fortaleza (CE).

O estudo completo, realizado pela consultoria Teleco, pode ser acessado aqui. (Com assessoria de imprensa)