O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) está abrindo espaços a parcerias inovadoras. Só nesta semana três fintechs foram credenciadas e passaram a ofertar seus serviços de crédito próprio no canal da instituição. Outras 12 já iniciaram o processo de credenciamento. Quatro já oferecem soluções próprias de gestão e outras três estão com processos sob análise.

Esse panorama favorável às fintechs foi relatado pelo chefe do Departamento de Clientes e Relacionamento Institucional do BNDES, Tiago Peroba, durante live promovida pelo MCTIC sobre financiamento para micro, pequenas e médias empresas de telecomunicações e radiodifusão.

Peroba mostrou que o Canal MPM (Micro, Pequenas e Média Empresas), inserido no site do BNDES, define-se como “um hub de serviços financeiros e não financeiros que auxiliam os clientes no desenvolvimento de seus negócios”. Para tanto, o BNDES credencia fintechs para que ofereçam seus serviços às empresas interessadas.

PUBLICIDADE  

Competição

Com a novidade, o cliente poderá solicitar recursos de fintechs que operem na sua região. “A ideia é trazer para este canal mais fintechs de crédito e promover uma competição saudável para poder facilitar o acesso ao crédito, democratizando esse recurso e desconcentrando o sistema financeiro”, argumentou Peroba.

Segundo o executivo, os empreendedores de empresas desse porte enfrentam dificuldades em acessar capital de terceiros. ” Disse que há problemas na hora de oferecer garantias, na qual muitas vezes as empresas oferecem a própria estrutura e seus equipamentos, o que não interessa aos bancos. Acrescentou que também falta apetite comercial por parte dos agentes financeiros, em que não há interesse em disponibilizar capital para esses negócios de empresas de radiodifusão e telecomunicações. Desde 2019, o banco público oferece fintechs de gestão financeira que ajudam empresas na gestão do seu dia a dia.(Por Abnor Gondim)