A Equinix anunciou a expansão do Equinix Internet Exchange para todos os IBX data centers de São Paulo.  Com essa expansão, a empresa se consagra como o primeiro data center a viabilizar que empresas e provedores troquem tráfego tanto em redes públicas, como privadas, em um mesmo ecossistema.

Segundo a empresa, a plataforma traz alguns diferenciais relevantes. Em primeiro lugar, empresas e provedores podem trocar tráfego dentro de uma infraestrutura carrier-class. Além disso, o cliente irá experimentar tempo de ativação e velocidade de atendimento agressivos, uma infraestrutura mais resiliente e independência para gerir a plataforma – principalmente em relação a capacity e troubleshooting.

A companhia reforça que também é garantido um Service Level Agreement (SLA) de disponibilidade em contrato. O cliente também tem acesso ao Portal IX, que fornece gráficos e estatísticas detalhadas de tráfego baseadas em sFlow, relatórios de participantes em todos os locais Equinix Internet Exchange, detalhes técnicos sobre o serviço e sugestões de parceiros de peering.

A estrutura está disponível no Brasil pelos data centers da Equinix localizados em São Paulo, região com maior o maior volume de tráfego em comparação a outras áreas metropolitanas, de acordo com os dados disponibilizados pelo IX.br. Enquanto todo o tráfego do Brasil chega a 4Tbps, só São Paulo é responsável por 3Tbps, ou seja, 75% do tráfego nacional. Atualmente, a Equinix detém 30% do tráfego total disponível no IX.br de São Paulo.

“O momento é uma grande oportunidade para que as empresas mantenham o fluxo de tráfego direto entre operadora e cliente final, mantendo sempre a melhor experiência e viabilizando novas oportunidades de negócios”, afirmou Eduardo Carvalho, presidente da Equinix no Brasil. Entre os atuais clientes, estão as principais operadoras do país, grandes provedores de conteúdo e provedores de serviços de Cloud como Google, Amazon, Microsoft, Facebook, Akamai, entre outros.