Em parceria com a fintech Moip, a ERP Bling está apostando em tarifas baixas para a emissão de boletos registrados para competir com os bancos. Com a determinação do Banco Central no final do ano passado, a empresa passou a oferecer a opção de emissão por R$ 2,29. Ou seja, segundo a empresa, é um quarto do valor praticado no mercado.
Entre as instituições que oferecem o serviço, os bancos são os que cobram as taxas mais altas de acordo com a empresa.  Entre os bancos privados, o custo do Bradesco é de R$ 11 e o do Santander é de R$ 10. Já intermediadores de pagamento como PagSeguro e o PayPal cobram porcentagens que, conforme a Bling, consistem no dobro do valor cobrado pela companhia. O Banco do Brasil (BB) tem a menor taxa, de R$ 5,30.
 A empresa oferece ainda a funcionalidade que está integrada com todo gerenciamento financeiro e fiscal da empresa. “É um recurso simples que confere economia de dinheiro e tempo para as pequenas e médias empresas e empresários que trabalham sozinhos e têm que dar conta de muitas funções”, afirmou o diretor Sidney Zynger.