Facebook e Instagram vão oficializar o “social commerce”, que funciona informalmente nas páginas desse aplicativo. Segundo a empresa controladora, vários pequenos negócios estão passando por um momento desafiador, com lojas fechando, e, cada vez mais, estão focados em se digitalizar. O objetivo é fazer a compra ser intuitiva e empoderar todos – dos donos de pequenos negócios a marcas globais – a usarem os aplicativos para se conectar com os clientes. “Por isso, estamos lançando as Lojas do Facebook e investindo em ferramentas nos aplicativos para inspirar pessoas a comprar e fazer o processo de compra e venda mais fácil”, informa a companhia.

O recurso Lojas do Facebook, que já está funcionando nos Estados Unidos, facilita aos negócios montar uma loja online para que os clientes acessem via Facebook ou Instagram. Criar uma Loja do  Facebook Shop é simples e gratuito. Empresas podem escolher os produtos que desejam colocar no catálogo e então customizar a aparência da loja com uma foto de capa, assim como definir cores que tenham mais a ver com a sua marca. Isso significa que qualquer vendedor, não importa o tamanho do seu orçamento, pode digitalizar seu negócio e se conectar com clientes onde e da maneira que for mais conveniente para eles.

As pessoas conseguem encontrar as Lojas do Facebook na Página de uma empresa no Facebook ou na conta do Instagram, assim como podem descobri-las por meio de Stories ou anúncios. A partir da loja, é possível passar por toda a coleção, salvar produtos que você esteja interessado e fazer um pedido – no website do negócio ou sem sair do aplicativo, se a loja tiver habilitado o checkout (disponível apenas nos Estados Unidos).

PUBLICIDADE  

E, assim como em uma loja física, quando você precisar de ajuda, no recurso Lojas do Facebook você poderá mandar uma mensagem para o negócio pelo WhatsApp, Messenger ou Instagram Direct para tirar uma dúvida, receber suporte, monitorar a entrega e mais. No futuro, será possível ver a loja de uma empresa e comprar diretamente no chat – seja no WhatsApp, Messenger ou Instagram Direct.

“Começamos a lançar as Lojas do Facebook nesta semana, e o recurso estará disponível de forma mais ampla nos próximos meses”, informa a companhia., que também está investindo em novos recursos nos apps, como o Instagram Shop, compras Ao Vivo, entre outros, que serão integrados com as Lojas do Facebook para ajudar clientes a descobrir produtos de interesse e tornar a experiência de compra ainda mais fácil.(Com assessoria de imprensa)