Por João Calixto e Jonathan Henriques Lima Carneiro

Projetado pelo FreepikA internet é um sistema global de redes de computadores interligadas que utilizam um conjunto próprio de protocolos com o propósito de servir progressivamente a usuários no mundo inteiro. É uma rede composta de várias outras redes, que comporta milhões de empresas privadas, públicas, acadêmicas e de governo, com alcance local e global, e que está ligada por uma ampla variedade de tecnologias de redes eletrônicas, sem fio e ópticas. A internet está cada vez mais presente em nosso dia a dia, seja em casa ou no trabalho. Por conta disso, é indispensável que o provedor de acesso opere com uma equipe técnica qualificada.

Para gerir uma rede com qualidade e bom funcionamento, é necessário que essa rede seja projetada logicamente em padrões de estabilidade, escalabilidade, correção de falhas e alta performance. É necessário que a equipe que gerenciará a rede tenha conhecimento teórico e prático em questões que envolvem desde o projeto lógico até a estrutura física. Portanto, não é novidade que o mercado está cada vez mais seleto e você, como um bom analista, técnico ou comercial, não pode ficar fora desse momento.

A formação acadêmica é requisito em qualquer setor do ramo de redes de computadores e telecomunicações. O motivo de tal exigência está no desafio de projetar redes cada vez mais seguras e com alta performance, utilizando protocolos avançados de comunicação. O analista de redes e o técnico em telecomunicações têm de estar obrigatoriamente preparados para lidar com uma gama de problemas de caráter físico e lógico de alta criticidade. Tais problemas exigem experiência, conhecimento teórico e prático para que possam ser resolvidos de forma hábil.

Para ingressar ou mesmo evoluir nesse segmento, a formação profissional é indispensável, uma vez que o destaque no mercado se dá pela excelência técnica que é alcançada com cursos, certificações e especializações. Outro ponto é o relacionamento interpessoal, um quesito importante na formação do profissional. É essencial realizar o chamado networking, que se trata de trocar experiências com outros profissionais e ser presença marcada em palestras e workshops para expandir os conhecimentos e os relacionamentos com profissionais da área.

Com técnicos qualificados, o ISP consegue crescer de forma consciente e organizada, podendo expandir cada vez mais o negócio e fornecendo um serviço de qualidade para seus clientes. Além do perfil técnico, o mercado está selecionando profissionais experts para a função. Hoje, o que vemos nas corporações é a busca pelo profissional completo, com excelente currículo acadêmico, experiência profissional e que demonstre ótima relação interpessoal, interagindo muito bem com clientes, com fornecedores e agregando valor à empresa pelo caráter pessoal e atuação como profissional.

 

 

João Calixto é  fundador do blog MikroRedes e analista de redes na empresa Matrix Corporation.

Jonathan Henriques Lima Carneiro é fundador do blog MikroRedes e analista de redes IP e VOiP na empresa Matrix Corporation.