Diretores da Associação de Provedores de Internet do Paraná e Mato Grosso do Sul (Rede Telesul) se reuniram com técnicos da Copel Energia, dia 30 de junho, para discutir a elaboração, em curso na Copel, de uma nova regulamentação técnica que afetará o dia a dia dos provedores de internet.

A Redetelesul foi representada pelo presidente Rosauro Baretta e pelo diretor Bene Matos. Pela Copel Energia, estiveram presentes Felipe Gabardo Cardoso, supervisor do setor responsável pela gestão dos contratos; Vinícius Rodrigues da Silva, da área de procedimento técnico); Ana Carolina P. Schlemmer, gerente da área responsável pela norma de montagem do compartilhamento; e Norton Luiz Dalla Vecchia, da área de gestão de Redes e Geoprocessamento.

“Existem vários pontos em que os provedores serão afetados pelas normas. Explicamos aos técnicos essas questões, pois consideramos fundamental que nós, ISPs, sejamos ouvidos no processo de construção desta regulamentação da Copel”, disse Baretta.

O analista comercial Gabardo explicou que a principal mudança deve ser a divisão, em duas, da Norma Técnica Copel – NTC 855.901, que estabelece os procedimentos e normas para o compartilhamento de infraestrutura: uma será para procedimentos técnicos para compartilhamento e outra específica para montagem. “Nós não conseguiríamos ouvir todos os provedores ao mesmo tempo. Então, elogiamos a iniciativa da Redetelesul, que percebe os anseios dos seus associados, organiza as diferentes ideias e nos traz as sugestões”.

Gabardo garantiu também que algumas sugestões técnicas dadas pela Redetelesul serão contempladas na nova normalização, outras sugestões estão em análise e a Copel está à disposição para o acolhimento de novas contribuições. A expectativa é de que as novas normas sejam aprovadas e implantadas ainda este ano. (Com assessoria de imprensa)