Com a  Lei de Proteção de Dados aprovada e sancionada, começam a surgir as soluções empresariais para proteger sobre os possíveis danos. O seguro contra cibernéticos é um deles e promete reduzir impacto de violações de informações de clientes.

Mas é uma solução que pode ajudar? Na avaliação da Willis Towers Watson, consultoria especializada em soluções que gerenciam riscos, sim. Principalmente levando em conta que as multas podem alcançar até 2% da empresa infratora, limitadas a R$ 50 milhões por infração.

Segundo a empresa, o seguro pode auxiliar em vários aspectos. São eles o custo de violação, em especial a notificação a clientes ou órgãos reguladores e suporte de monitoramento para clientes afetados, os custos de restauração e recuperação de dados, relacionadas a perdas e recuperação das informações; cobertura para contenção de crises, que ajuda a mitigar danos à reputação; e ações regulatórias, decorrentes da investigação ou reclamação da autoridade governamental ou reguladora sobre violação de dados e quebra de confidencialidade.