A Altarede Corporate – empresa de telecomunicações que tem um backbone óptico com mais de sete mil quilômetros, ligando quatro estados da região Sudeste e com presença nas regiões Norte e Centro-oeste do Brasil, além de conexões internacionais em Miami e Nova Iorque nos Estados Unidos, Amsterdã na Holanda e Frankfurt na Alemanha – fecha acordo com a GlobeNet para montar mais um centro para redundância do core do Rio de Janeiro em Fortaleza.

Além de estar presente no datacenter GlobeNet em Fortaleza, que será o segundo maior PIX para troca de tráfego e conteúdo do Brasil, segundo o NIC.BR,  a Altarede Corporate terá uma capacidade de 100 Gbps, podendo ser ampliada de acordo com a necessidade da empresa, entre o Rio de Janeiro e Fortaleza, no sistema de cabos submarinos da GlobeNet — único com redundância própria, garantindo uma rota segura e de menor latência até o backbone do Rio de Janeiro. A empresa vem expandindo atuação na região Norte e Nordeste, com mais de oito novos POPs abertos no segundo semestre de 2017 e em implantação de, no mínimo, mais oito até junho de 2018.

“Poderemos aumentar a nossa presença nas regiões Norte e Nordeste, direcionando muitas destas localidades para o novo POP no data center da GlobeNet, garantindo uma melhor experiência para os nossos clientes e melhor qualidade no tráfego que segue para o centro de roteamento do Rio de Janeiro”, diz o diretor executivo Wilson Messias. “A Altarede poderá distribuir todo o conteúdo doméstico e internacional disponível em nossa rede e nos principais pontos de intercâmbio de tráfego internacional para seus clientes finais de maneira direta e com a menor latência existente no mercado. Essa distribuição de conteúdo será suportada por um dos mais altos Acordos de Níveis de Serviços (SLA) e disponibilidades existentes no mercado”, conta Joselito Bergamaschine, sales diretor da GlobeNet Brazil. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE