Ava Telecom implanta edge data centers de olho no 5G


Racks Multiway em edge data center Ava Telecom - Crédito: Divulgação
Racks Multiway em edge data center Ava Telecom - Crédito: Divulgação
Racks Multiway em edge data center Ava Telecom - Crédito: Divulgação
Racks Multiway em edge data center Ava Telecom – Crédito: Divulgação

Com o objetivo de reduzir as taxas de latência e o uso de transporte na rede, a Ava Telecom está iniciando a implantação de uma rede de edge data centers nas extremidades e em pontos estratégicos de sua rede de fibra para diminuir a distância entre o conteúdo, o processamento de dados e o usuário, reduzindo significativamente os custos de operação para provedores de serviços de Internet. Em parceria com Multiway, Leveros Solar e BlumaTech, a implantação começa pelo interior do estado de São Paulo, onde a Ava Telecom fornece serviços de rede para ISPs, e seguirá se expandindo por outros estados. 

Os edge data centers têm os mesmos componentes de um data center tradicional, só que ocupa espaços menores, localizados nas extremidades das redes de transporte, mais próximos às fontes de demanda por dados, gerenciados remotamente, como parte de uma rede robusta conectada também a data centers centrais, como já é o caso da rede da operadora. A principal vantagem desta solução de processamento de dados na ponta é oferecer latências ainda mais baixas ao usuário final, otimizando sua experiência, principalmente ao acessar conteúdos sensíveis a latência, como gaming e futuras aplicações 5G em tempo real, na nuvem.  

PUBLICIDADE  

Com peering e cache locais e a formação de uma content delivery network (CDN), há também redução de consumo de banda backbone, reduzindo o custo de transporte para os provedores e permitindo maior flexibilidade para co-location, hosting, redundância geográfica dos pops e edge computing. 

Os edge data centers da Ava Telecom são alimentados de forma redundante, por rede local, geradores autônomos, baterias e, também, por energia solar, retornando o excedente à rede. Os sistemas de resfriamento e controle de temperatura também são redundantes. O acesso a cada instalação é feito com controle biométrico.  

O gerenciamento remoto em tempo real permite total controle de todas as atividades no ambiente, por rack e por equipamento, não apenas alertando para quaisquer variações em inúmeros indicadores, mas, também, acionando automaticamente as medidas corretivas a serem tomadas para cada ocorrência. A integridade e o perfeito funcionamento de sistemas, instalações, temperatura, alimentação, conectividade, umidade, entre outros fatores, são monitorados 24x7x365, com equipes sempre a postos para ocorrências, sempre que preciso. 

Fundada em 2013, a Ava Telecom atua no mercado de conexão de alta capacidade, possibilitando o tráfego de rede para inúmeros ISPs do estado de São Paulo. Seu backbone, com vários anéis de fibra óptica, interliga de forma redundante as principais cidades e microrregiões do estado, incluindo a área de fronteira do Paraná, servindo rotas alternativas e de alta capacidade de tráfego a dezenas de provedores locais, ligando diretamente o interior do estado aos principais PTTs do país e aos mais importantes datacenters, como Ascenty, Tellium, Equinix 2 e Equinix 4.(Com assessoria de imprensa)  

Previous Nokia defende consórcio de ISPs para arrematar lotes da faixa de 26 GHz
Next Novas 400 vagas abertas para setor de TI

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *