Cemig Telecom: pouca disputa e ágios elevados


As empresas American Tower e Algar Telecom venceram o leilão de ativos da Cemig Telecom. O certame foi realizado na manhã desta quarta-feira (8) em Belo Horizonte. Do total de 17 empresas que se interessaram e acessaram o data room da Cemig, apenas Algar, American Tower e Claro se habilitaram a participar da disputa. A Claro, no entanto, decidiu não apresentar proposta.

O resultado foi a compra do lote 1 pela American Tower. A empresa vai pagar R$ 571 milhões à Cemig, um ágio de 70,4% sobre o valor mínimo. O lote 1 trazia a maior quantidade de ativos, sendo formado por redes de fibra em Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, além de POPs, em Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Goiânia (GO).

A Algar Telecom ficou com o lote 2. Pagou R$ 77,89 milhões pelos ativos – um ágio de 139% em relação ao preço mínimo de R$ 32,47 milhões. Os ativos adquiridos ficam no Ceará, na Bahia, em Pernambuco e em Goiás, regiões onde a operadora vem expandindo a atuação.

PUBLICIDADE  

“Consideramos que o leilão superou as nossas expectativas. Isso mostra que as empresas enxergaram o valor dos ativos de telecomunicações da Cemig”, disse Bernardo Alvarenga, presidente da Cemig ao Tele.Síntese.

Não houve disputa pelo lote 1. Apenas a American Tower deu um lance, enquanto a Algar apresentou envelope declinando ofertar valores. Pelo lote 2, houve proposta de R$ 38 milhões da American Tower, superada pela Algar. As empresas ainda podem recorrer do resultado, até o dia 16 de agosto.

A venda faz parte da política de desmobilização de ativos iniciada pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG) neste ano.

Previous Altarede ativa conexão em novo ponto de troca de tráfego em Fortaleza
Next Primeira fase da reoneração da folha começa em 1º de setembro

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *