TIM já conecta 7 milhões de hectares no campo com rede 4G


Crédito: TV.Síntese
Crédito: Tele.Síntese
Crédito: Tele.Síntese

Com o compromisso de ser a maior parceira de conexão e de solução de IoT para o agrobusiness, a TIM mostra que está fazendo a sua parte. A operadora já conecta sete milhões de hectares no campo com rede 4G; 15 milhões de hectares com NB-Iot; 4.790 cidades com 4G, sendo que em 4.300 na frequência de 700 MHz e mais de 1.712 cidades com redes 4.5G.

É o que informa o diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT e 5G da TIM Brasil, Alexandre Dal Forno, em sua palestra no AGROtic 2022, que acontece a partir desta quarta-feira, 11. Segundo ele, a operadora já conta com 33 clientes, reunidos na ConectarAGRO, uma associação formada em prol da conectividade no campo.

PUBLICIDADE

Dal Forno afirma que são muitos os serviços oferecidos ao agrobusiness e que contribuem para uma maior produtividade. Porém, ressalta que há também um grande benefício social para a área rural, como a possibilidade de conectar escolas. “Trata-se também de um programa de inclusão digital”, ressalta.

O diretor da TIM observa que soluções diferentes são usadas para atender aos parceiros do campo. Em algumas fazendas a conexão chega por fibra óptica da própria operadora ou de provedores regionais. Em outras, a conexão é via rádio digital e, por fim, há a solução via satélite que, apesar da restrição de banda, consegue atender as necessidades dos produtores.

Dal Forno disse que a opção pela frequência de 700 MHz se deu em função da amplitude da abrangência, que pode chegar a 35 mil hectares com apenas uma torre de 70 metros. Ele destaca que já existem pilotos da TIM com a tecnologia 5G em fazendas, mas os valores ainda são altos.

E recomenda, se quiser conectar sua propriedade, não espere pelo 5G, comece com o 4G que atende todas as áreas do agronegócio, desde o controle dos recursos naturais, de máquinas e implementos, gestão de ativos e animais até o acompanhamento da mão de obra. “O importante é começar logo a transformação digital e escolha o 4G”, disse.

O AGROtic é um evento promovido pela Momento Editorial, em parceria com a EsalqTec, da USP. Os debates virtuais vão até sexta-feira, 13.

Previous 5G “puro” em todas as capitais pode ficar para setembro
Next Vivo quer uso do Fust para ampliar cobertura móvel no campo

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.