WhatsApp age para reduzir a disseminação de fake news


A partir desta terça-feira, 7, o WhatsApp adota uma medida para diminuir a disseminação de informações falsas na plataforma, reduzindo para uma única vez o encaminhamento de mensagens repassadas com frequência. Esse limite passa a valer assim que uma mensagem foi encaminhada anteriormente 5 vezes ou mais.

Com essa providência o app passa a ser um dos poucos produtos que trabalham para restringir a viralidade e colocar limites em como as pessoas podem enviar mensagens. Na versão beta do WhatsApp é possível os usuários descobrirem mais informações sobre mensagens encaminhadas.

Para isso, o app exibição de um ícone de lupa ao lado dessas mensagens frequentemente encaminhadas, dando aos usuários a opção de realizar uma pesquisa na web, na qual podem encontrar resultados de notícias ou outras fontes de informação.

PUBLICIDADE  

Para a empresa, a verificação dessas mensagens antes do encaminhamento pode ajudar a reduzir a disseminação de rumores. Este recurso está atualmente em teste e serão compartilhadas atualizações sobre as próximas etapas.

O WhatsApp já realizou outras implementações recentemente para combater a disseminação de fake News. Em janeiro de 2019, estabeleceu limites globais apara as mensagens encaminhadas, restringindo a viralidade e tem banido cerca de dois milhões de contas por mês por tentar enviar mensagens em massa ou automatizadas.

A empresa disse ainda que está trabalhando diretamente com ONGs e governos, incluindo a Organização Mundial da Saúde e mais de 20 ministérios nacionais da saúde, incluindo o do Brasil, para ajudar a conectar as pessoas com informações precisas sobre a pandemia.(Com assessoria de imprensa)

Previous Autorização para MVNO credenciada pode ser aprovada tacitamente
Next Abrint reivindica ao CNJ tratamento diferenciado aos ISPs

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *