A DPR, indústria brasileira de produtos para redes, lançou uma caixa de emenda óptica (CEO) com diferenciais desenvolvidos para solucionar as dificuldades operacionais de instalação e manutenção de infraestrutura de telecom. “Não oferecemos apenas mais um produto, mas uma solução para os problemas do dia a dia de nossos clientes”, diz Pedro Serrano, gerente de Engenharia de Soluções.

Entre os diferencias da CEO apontados pela fornecedora, destaca-se um suporte que fica fixo no poste, permitindo engate e desengate da caixa sem necessidade de soltar o miolo – prática utilizada nos casos de fixação por braçadeira, e que gera risco ao expor as fibras. Esse mesmo suporte acomoda a reserva técnica de cabos.

Ainda na parte externa, a CEO tem um sistema antifurto por meio de anéis coloridos com identificação do cliente – uma vantagem econômica e de qualidade em relação aos modelos alternativos, de pintura da caixa inteira, o que afeta a durabilidade e onera o produto.

Na parte interna, um dos pontos fortes da CEO, de acordo com Serrano, é o sistema de retenção do anel Oring, que faz a vedação entre a base e a cúpula. Esse anel, relata o engenheiro, costuma cair sobre as bandejas e há o risco de que se perca. Com o sistema de retenção, o anel fica sempre fixo, facilitando e agilizando o trabalho de manutenção. Outros avanços da CEO, segundo Serrano, são o posicionamento horizontal da válvula, que permite o fechamento da caixa em qualquer posição; e o sistema de travamento das bandejas, que permite o manuseio independente das bandejas.