O mercado de banda larga fixa enfrentou retração em agosto, comparado ao mês de julho. Foram registrados 32,5 milhões de acessos pela Anatel, conforme dados repassados à agência pelas empresas. Em julho, a base nacional de banda larga fixa somava 27,93 mil a mais de acessos. Ou seja, houve um ligeiro encolhimento de 0,09%.

Os provedores regionais, no entanto, não sentiram a retração. Eles foram novamente o grupo que mais atraiu novos clientes para a banda larga. Os ISPs adicionaram 53,8 mil assinantes no mês, em relação a julho. O número significa que 68,62% das adições foram realizadas pelos pequenos, que terminaram com base total de 8,15 milhões de conexões.

Depois deles, a TIM foi a operadora que mais obteve novos clientes. Somou 12 mil à sua carteira de 546,8 mil usuários. A Claro veio em seguida, com 9,8 mil adições, ficando com 9,54 mil assinantes ao final de agosto. A Algar também registrou saldo positivo de 2,78 mil acessos, terminando com 603,3 mil clientes.

Todas as demais operadoras perderam acessos. A Oi foi a que mais sofreu com a erosão da base. Registrou 48,98 mil desligamentos, uma retração de 0,86%. Terminou agosto com 5,6 milhões de clientes. A Telefônica aparece em seguida entre as que mais encolheram, com desativação de 47,3 mil acessos, retração de 0,64%.

Os saldos registrados pelas empresas tiveram pouco impacto na participação de mercado. A Claro segue como líder, conforme os números oficiais da Anatel, com 29,37% de share. Os ISPs vêm em seguida, com 25%. Telefônica tem 22,45%, e a Oi, 17,41%.

A consultoria Teleco chama atenção, porém, para uma mudança ocorrida no mês. As operadoras competitivas (todas menos Claro, Vivo ou Oi) passaram a ter a liderança da banda larga fixa. O conceito soma, portanto, TIM, Sky, Algar, Copel, BT, Cabo, ISPs. Por este critério, o market share das competitivas foi de 30,8%.

COMPARAÇÃO ANUAL

Na comparação com agosto de 2018, os dados da Anatel mostram expansão de 5,57% do mercado nacional de banda larga fixa. Os ISPs atraíram 2,2 milhões de clientes, um aumento de 37,2%. A Claro foi o segundo grupo a registrar mais assinantes em um ano, foram 309,8 mil. Seguida por TIM, Algar, Cabo. As demais (Oi, Vivo, Sky) tiveram retração. Veja os detalhes na tabela abaixo.

Grupo econômico 2018-08 2019-08 Saldo Variação %
Outras 5.941.974 8.152.587 2.210.613 37,20%
TELECOM AMERICAS 9.234.043 9.543.849 309.806 3,36%
TELECOM ITALIA 459.153 546.828 87.675 19,09%
ALGAR (CTBC TELECOM) 569.981 603.353 33.372 5,85%
CABO 111.676 123.627 11.951 10,70%
DATORA 24 29 5 20,83%
BT 23.301 22.573 -728 -3,12%
PREFEITURA DE LONDRINA/COPEL 300.096 293.120 -6.976 -2,32%