Lago da paz, em Dois Vizinhos

Dois tradicionais ISPs do Sudoeste do Paraná partem para uma nova empreitada conjunta, desta vez para entregar, até o final do primeiro semestre, 200 quilômetros de fibra óptica na região de Laranjeiras do Sul e entorno. O projeto, que prevê anel de redundância e já está 60% concluído, é uma iniciativa da Dez Telecom junto com a WIPP Telecom.

As duas empresas são parceiras desde o final de 2015, quando se deram conta de que estavam prestes a construir dois cabos, um de cada provedor, no mesmo trecho. Os sócios se perguntaram: por que não fazer um teste? E colocaram cabos, lado a lado, em 200 km, cada um usando os seus em separado. Depois de um tempo, uma nova pergunta: por que dois equipamentos nas pontas? “Resolvemos juntar a operação, saindo de uma capacidade de 1 Giga para 10 Gigas”, lembra Batistella, diretor da Dez Telecom.

Desde o primeiro projeto em conjunto, com 100 quilômetros de rede ligando Realeza, Chopinzinho e Pato Branco, a parceria cresceu e passou a ser não apenas em cabos, mas em outros ativos. “Percebemos que não precisávamos gastar duas vezes em suítes, não precisávamos manter duas equipes de manutenção. Fomos integrando detalhes de forma conjunta”, diz Hans Kuerten, diretor da WIPP Telecom. Hoje são mais de 450 quilômetros.

“Concluímos que a economia na parceria seria muito grande, uma vez que cada empresa deixou de investir onde o concorrente já tinha base instalada. A partir daí, como estávamos em duas empresas, as oportunidades surgiram em dobro, pois passamos a investir em outras regiões, sempre em parceria”, conta Batistella.

Kuerten acredita que “mais cedo ou mais tarde todos os provedores vão ter que acordar e construir sua rede, se interligando com outros”. “Acreditamos que estas parcerias estão levando a internet do Paraná a um ponto em que muitos não acreditavam. As empresas que estão na mão da Copel têm que sair e investir em redes próprias”, aconselha Batistella.

A Dez Telecom também tem a parceria em seu DNA. Foi criada a partir da RST, que por sua vez foi formada por três provedores locais que aproveitaram uma oportunidade de montar um ISP na cidade de Dois Vizinho, em 2008.

Começaram oferecendo fibra óptica ponto a ponto e montaram uma carteira de clientes corporativos. Em 2011, a Dez Telecom entrou para o segmento de GEPon e ampliou o serviço para prestação de consultoria a outros provedores. “Em 2013, já estávamos interligando mais de dez cidades, com três datacenters em pontos estratégicos. Atualmente, temos 600 quilômetros de backbone próprio em mais de 14 cidades. E temos projetos para passar de 20 cidades ainda este ano”, conta Batistella.