Governo implanta atendimento virtual via WhatsApp


Os usuários do ComprasNetPlataforma +Brasil e Sistema de Concessão de Diárias e Passagens (SCDP), terão suas dúvidas esclarecidas pelo WhatsApp. Os atendimentos serão realizados por robôs com inteligência artificial. A medida é inédita no setor público e a estimativa de economia com a adoção da nova tecnologia é de R$ 260 mil por ano.

A inovação é mais uma etapa da iniciativa que começou a ser realizada por meio de chatbot – serviço de conversa e interação online por meio de mensagens – a partir de março deste ano. A primeira assistente virtual criada foi a Lia e, dois meses depois, a Isis. A economia resultante dessas ferramentas é de aproximadamente 50% em relação ao atendimento humano. De março a outubro de 2019 foram realizados 26.524 chamados, com redução aproximada de R$ 92 mil.

As mesmas assistentes virtuais também estarão disponíveis pelo WhatsApp, 24 horas por dia, sete dias por semana. Além da Lia e da Isis, a Diva (novo robô), dará assistência aos usuários em relação a questionamentos sobre diárias e passagens em deslocamentos a serviço. Na área de compras públicas, por exemplo, no final de outubro entrou em vigor o novo Decreto do Pregão, que estabelece que todo recurso da União para estados e municípios deve ser repassado por meio de pregão eletrônico.

PUBLICIDADE  

No caso da Plataforma +Brasil, atualmente estão disponíveis dados de cinco modalidades de transferências de verbas no sistema. Nos próximos anos, serão 29. “Estamos ampliando nossos serviços e base de usuários. Isso gera necessidade de atendimento e precisamos ter canais eficientes que consigam, dentro do contexto de restrição fiscal, entregar mais com menos recursos”, afirma o secretário de Gestão do Ministério da Economia, Cristiano Heckert.(Com assessoria de imprensa)

Previous Cidades Inteligentes em debate no Wireless Mundi, dia 21
Next Cullen prevê mudanças significativas no mercado de MVNO com 5G

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *