Axur, empresa especializada no monitoramento e reação a crimes digitais, lança uma nova versão do site MinhaSenha, com uma base de credenciais vazadas três vezes maior que a primeira versão, além da ampliação da presença do serviço também para países de língua inglesa e espanhola. Caso as senhas dos e-mails informados tenham sido comprometidas em algum momento, o usuário receberá um e-mail simples informando quais senhas foram expostas ao longo dos últimos 10 anos.

A plataforma passou por um detalhado estudo de usabilidade, com o objetivo de trazer mais transparência e confiabilidade para os usuários, já que o propósito da empresa com o projeto é o de contribuir com a transformação da internet em um ambiente mais seguro. Além disso, ao longo dos últimos dois anos, o sistema cresceu e hoje já contabiliza mais de 9 bilhões de credenciais que foram expostas em vazamentos de dados no ambiente digital.

A empresa afirma que, diariamente, novos vazamentos de dados são identificados por robôs da Axur que vasculham a web superficial, a deep e a dark web em busca de informações sensíveis que possam apresentar algum risco para os usuários – pessoas físicas e empresas. Recentemente, a Axur teve acesso a um grande vazamento, que foi supostamente identificado como sendo da Estante Virtual, onde foram encontradas mais de 4 milhões de credenciais vazadas. O crime atingiu, especialmente, pessoas localizadas no Brasil que utilizaram o serviço nos últimos tempos.

Como normalmente os usuários da internet utilizam as contas de e-mail pessoal e corporativo para cadastros – lojas, newsletters, promoções, redes sociais -, o site também traz a possibilidade de verificação das credenciais profissionais. Por meio do domínio, o sistema informa também se outros e-mails da mesma empresa foram vazados, permitindo que a área de tecnologia possa tomar as providências adequadas.

A ferramenta MinhaSenha.com é gratuita e já está disponível.(Com assessoria de imprensa)