Conecte-se ao essencial. Com esse mote, a distribuidora de tecnologia WDC Network apresenta sua marca renovada e se reposiciona no mercado, oferecendo serviços descomplicados e inovadores. Tudo com olho em 2020, quando prevê muitas mudanças no mercado e muita movimentação. “Vai ser um ano divertido”, prevê o CEO da empresa, Vanderlei Rigatieri.

A aposta da WDC Networks é em produtos de automação residencial. Na avaliação de Rigatieri, os ISPs já investiram na qualificação de suas redes e agora precisam pular o muro das casas, para diversificar serviços e obter mais remuneração para suas infraestruturas. “É um caminho natural para os oito milhões de acessos detidos pelos provedores regionais”, disse.

Para atender a esse mercado, a empresa está renovando seu portfólio e pretende oferecer soluções para diversas opções de Internet das Coisas (IoT, na sigla em inglês), como controle remoto de câmeras de segurança, equipamentos e iluminação. O aluguel de tecnologia continua na linha de frente da WDC, facilitando a realização de negócios, sem exigir um capital de giro muito grande dos ISPs.

Segundo Rigatieri, a empresa é pioneira na oferta de tecnologia no modelo “as a service”, introduzida em 2013 e que ajudou o crescimento de muitos provedores regionais. “A massificação do uso da tecnologia GPon pelos ISPs começou assim e hoje dificilmente se encontra um provedor regional que não use redes de fibras com esses equipamentos”, disse.

Além dos equipamentos DWDM, a WDC Network iniciou a oferta de data center também por meio de aluguel, antecipando uma tendência de compartilhamento, que hoje é vista na maioria das atividades. Além do mais, a empresa conta com mais de 50 fornecedores internacionais e nacionais e desde 2017, conta com o investimento do Fundo 2B Capital ligado ao Bradesco.

No portfólio da empresa para 2020 terá solução de LTE de custo mais acessível, que poderá ser usada pelo ISPs que adquiriram faixa de 2,5 GHz na Anatel, em 2015. Muitos dos provedores ainda dependem de soluções mais barata para instalar suas redes nessa faixa. “A solução da Microtic está em fase de homologação na Anatel”, afirmou Rigatieri.

A empresa atua também em segurança eletrônica, telefonia via internet, redes WI-FI, infraestrutura de redes de dados (Networking), computação em nuvem e broadcast e tem o mercado corporativo como grande cliente, além dos ISPs. Rigatieri disse que o ano de 2018 foi excelente para a empresa, este ano está sendo muito bom, e a perspectivo de que 2020 será ainda melhor.

Para o CEO da WDC Networking, a nova marca traduz com mais fidelidade os atributos da empresa, de agilidade, inovação e simplificação do ambiente de negócios.