Para tentar levar o crédito aos pequenos negócios durante a pandemia do coronavírus, o  Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) dispõe de medidas emergenciais de crédito, com caráter temporário, que visam atenuar as dificuldades. Em apresentação online realizado na sexta-feira (05), o  chefe do Departamento de Clientes e Relacionamento Institucional do BNDES, Tiago Peroba, apresentou dados sobre as linhas de financiamento e disse que o recurso é acessado em sua maioria por pequenas e médias empresas.

Programa Emergencial de Suspensão de Pagamentos
Permite, em caráter emergencial, a suspensão da cobrança de dividendos por até seis meses. Aprovado em março de 2020, o programa já beneficiou mais de 28 mil clientes e cerca de R$ 9,4 bilhões continuaram no caixa das empresas.

QUEM PODE?
Empresas que contrataram empréstimos junto ao BNDES nas modalidades direta, indireta e mista.

PUBLICIDADE  

Programa Emergencial de Suporte a Empregos
Auxilia no pagamento do salário dos funcionários, com limite de até dois salários mínimos por empregado e por até dois meses. Com taxa de juros de 3,75% a.a , possui um prazo de financiamento de 36 meses com 6 meses de carência e a amortização de 30 meses.  A linha é gerida pelo Banco Central e já beneficiou mais de 86 mil empresas e 1,4 milhão de empregados e mais de R$  2,2 bilhões de financiamento. “Essa linha tá sendo discutida e deve sofrer ajustes. A ideia é trazer ajustes importantes para potencializar o produto. A folha de pagamento representa quase 50% dos gastos fixos para as empresas então é inegável o benefício do produto financeiro”, adiantou Tiago.

QUEM PODE?
O programa visa empresas com faturamento acima de R$ 360 mil reais e até 10 milhões de reais.

Crédito Pequenas Empresas
Uma linha que financia o capital de giro para as micro e pequenas empresas. As operações permitem o financiamento de até 100% dos investimentos. O prazo para pagamento é de cinco anos, com dois de carência e o banco público disponibiliza R$ 5 bilhões para apoio às MPMEs.

Nesta categoria, já foram contabilizados mais de 9 mil empresários aprovados no financiamento, o que contabiliza R$ 3,5 bilhões de reais, ofertados por 28 bancos.

QUEM PODE?
O BNDES expandiu a oferta de capital de giro para negócios ou grupos econômicos com faturamento anual de até R$ 300 milhões até 30.09.2020, com limite de financiamento de até R$ 70 milhões por ano.(Por Abnor Gondim)