DPR Telecom participa da Expo Andina Link, na Colômbia


Crédito: Divulgação
DPR participa da Expo Andina/Crédito: Divulgação

A empresa brasileira DPR Telecomunicações, indústria com 27 anos de mercado, marcou presença na edição 2022 da Expo Andina Link, evento realizado entre os dias 8 e 10 de março, no Centro de Convenções de Cartagena, na Colômbia. Com 28 anos de história, a Feira Internacional de Telecomunicações e Tecnologias Convergentes é um importante palco de vendas e networking de marcas do segmento, além de ser uma ponte direta com o mercado latino-americano.

A DPR tem linha própria de produtos para rede óptica passiva e possui mais de 60 processos de patentes. Segundo Marco Silva, diretor comercial da DPR, a participação da marca no evento internacional faz parte da estratégia da empresa de expandir ainda mais seus negócios neste ano e fortalecer a internacionalização da marca na América Latina. “O encontro foi uma excelente oportunidade para discutir os principais temas do setor e apresentar as novidades da DPR ao mercado internacional”, afirma.

PUBLICIDADE

Durante o evento, a empresa apresentou toda a sua linha de passivos, com destaque para alguns produtos:

CTO-C – A Caixa Terminal Óptica para Cordoalha

A CTO C DPR foi desenvolvida para acomodar e proteger emendas e divisores ópticos por fusão e conectorização em campo sem precisar contar com o compartilhamento de postes, pois toda a sua aplicação é feita na cordoalha. A CTO-C da DPR possui um sistema de vedação patenteado que assegura a não entrada de insetos, poeira ou água, além disso, possui um sistema de travamento de drop e fechamento homogêneo da tampa, que elimina a falha humana e garante maior vida útil ao produto.

CTO-P – A Caixa para Terminação Óptica para Poste da DPR

Sua finalidade é acomodar e proteger emendas e divisores ópticos por fusão e conectorização em campo entre o cabo óptico de distribuição e os cabos drop óptico de terminação. A CTO-P da DPR tem mais 15 processos de patentes, sendo os principais: o sistema de articulação dos conectores, o qual adequa até 16 conectores em linha e evita a desconexão acidental; o sistema de travamento dos drops, que é feito simultaneamente ao fechamento da caixa e reduz a falha humana; o sistema de módulos de splitters, que permite a substituição de 8 para 16 assinantes em menos de dois minutos sem a necessidade da troca da caixa toda; o sistema de fechamento homogêneo da caixa por quatro travas, que garante maior vida útil ao produto.

CEO ou CEO II

O Conjunto de Emenda Óptica DPR é constituído de um sistema de cúpula, abraçadeira, base plástica com sistema de retenção do anel Oring e suporte para fixação em poste ou cordoalha com reserva polimérica acoplada que estabelece a continuidade mecânica entre cabos ópticos. Sua principal função é proteger e abrigar emendas das fibras ópticas contra agentes agressores externos, não permitindo a passagem de fluidos externos para o seu interior. Este produto é oferecido nos modelos termocontrátil e fechamento mecânico.(Com assessoria de imprensa)

 

Previous Comitê do Simples publica regras para adesão ao Relp
Next Metaverso e os impactos nos futuros modelos de trabalho

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.