Eletronet inaugura nova rota entre Goiás e Bahia


Eletronet anuncia a inauguração da rota expressa de alta capacidade e baixa latência que liga as cidades de Camaçari, no litoral da Bahia, à Serra da Mesa, em Goiás. O trecho permite atingir até 33,6 TB de capacidade e possui nove Pontos de Presença (POPs) distribuídos pelas estações localizadas em Camaçari/BA, Sapeaçu/BA, Nova Itarana/BA, Ibicoara/BA, Igaporã/BA, Bom Jesus da Lapa/BA, Correntina/BA, Teresina de Goiás/GO e Serra da Mesa/GO. 

A nova rota tem uma extensão de 1.308 km e estabelece um novo padrão de conectividade com a utilização da tecnologia óptica coerente DWDM FlexGrid, que permite a implementação de serviços com diferentes capacidades e distâncias, e equipamentos de última geração da fabricante Ciena, com a utilização de transponders programáveis de 200Gbps até 800Gbps por canal, podendo atingir uma capacidade final de mais de 30Tbps nessa rota. 

PUBLICIDADE

A tecnologia utilizada na nova rede permite que provedores de internet e operadoras tenham acesso a serviços de conectividade como transporte de dados e trânsito IP de alta qualidade para atender a nova demanda do mercado potencializada durante a pandemia. 

Além desses benefícios, o novo trecho da rede Eletronet entre Bahia e Goiás, possui como grande diferencial a possibilidade de ter uma rota direta, de grande extensão, sem regenerações, entre Salvador e Brasília. A segurança é outro ponto de destaque na ativação do novo trecho. A rota Camaçari-Serra da Mesa divide o anel 7 da rede Eletronet, o que significa beneficiar principalmente as regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste do país, que passam a ser favorecidas com serviços protegidos com redundância de rotas e atendimento com uma menor latência. 

Modernização da rede 

A Eletronet está trabalhando em um projeto de modernização de toda a infraestrutura da sua rede, que hoje conta com mais de 17 mil km de fibra óptica OPGW, 164 POPs que passam por 18 estados do Brasil. 

“Mais da metade da nossa rede já foi modernizada com a nova tecnologia DWDM FlexGrid e transponders de última geração. Nossa meta é oferecer o que há de melhor em tecnologia de conectividade aqui no Brasil, por isso estamos empenhados no projeto de modernização de nossa infraestrutura para entregar conectividade de altíssimo padrão para os nossos clientes”, conclui o CEO da Eletronet, Vicente Correia.(Com assessoria de imprensa)

Previous Aplicação da LGPD para startup e pequena empresa entra em consulta
Next ISPs lideram em 84% dos municípios, aponta estudo

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *