Google não vai mais vender anúncio com base no histórico de navegação


Google reafirma que deixará de vender anúncios com base no histórico de navegação do usuário, ampliando a postura que tomou quando decidiu remover cookies de terceiros em 2022.

Citando questões de privacidade, a empresa havia dito anteriormente que o Chrome removeria o suporte para cookies de terceiros. “Hoje, tornamos explícito que, uma vez que os cookies de terceiros sejam eliminados, não construiremos identificadores alternativos para rastrear indivíduos enquanto eles navegam na web, nem os usaremos em nossos produtos”, disse David Temkin do Google.

PUBLICIDADE  

Isso poderá  significar que outros provedores oferecem identidade de usuário para rastreamento de anúncios que o Google não oferece, ele reconhece. Mas os produtos da empresa serão “movidos por APIs que preservam a privacidade, que evitam o rastreamento individual e, ao mesmo tempo, fornecem resultados para anunciantes e editores”.

A postura clara da maior empresa de publicidade digital do mundo pode acelerar a mudança no setor – e não sem alguma resistência dos rivais que dependem do rastreamento do usuário. (com agências internacionais)

Previous Veja a íntegra da minuta do edital do 5G
Next Linha de crédito para pequenos venderem nas maquinhas deixa de existir

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *