Governo Federal e Microsoft iniciam qualificação de jovens e adultos


O Ministério da Economia em parceria com a Microsoft deu início nesta semana, ao programa de capacitação profissional em habilidades digitais “Escola do Trabalhador 4.0”. O projeto tem como objetivo capacitar a força de trabalho de hoje e de amanhã, promovendo a qualificação de jovens e adultos com foco no aumento da empregabilidade.

O público-alvo são trabalhadores, maiores de 18 anos, em busca de emprego que queiram se reinventar e se preparar para as novas demandas do mercado de trabalho, principalmente com foco no ambiente digital. A meta é alcançar 5.5 milhões de trabalhadores até fevereiro de 2023.

A plataforma é de ensino a distância, aberta para todo o território nacional e conta com 58 instrutores disponibilizados pela Microsoft para oferecer orientação personalizada para até 315 mil pessoas. Para aumentar o número de instrutores, outras parcerias com setor privado serão alavancadas.

PUBLICIDADE  

A plataforma de ensino remoto, implementada em parceria com a Softex, oferecerá diversos cursos modulares com o intuito de capacitar trabalhadores e estudantes especialmente na área de Tecnologia da Informação. Todos esses conteúdos serão disponibilizados de forma online, gratuita e com certificado. São 11 trilhas de aprendizagem que englobam mais de 45 cursos de Tecnologia em diferentes níveis com base nas principais competências exigidas pelo mercado de trabalho – desde a alfabetização digital até módulos mais avançados de computação em nuvem, IA e ciência de dados.

Alguns dos cursos disponíveis são: Participe on-line com segurança e responsabilidade; escrever seu primeiro código C#; Criar um site simples usando HTML, CSS e JavaScript; Word; Excel; Powerpoint; Outlook; Teams; OneNote; OneDrive e Sharepoint, entre vários outros.

Para participar, basta acessar o site gov.br/escoladotrabalhador40 se cadastrar e pronto! Na plataforma, o aluno terá mais informações sobre os cursos disponíveis.(Com assessoria de imprensa)

Previous Connectoway reforçou estoque para evitar falta de insumos
Next Use Telecom defende união dos ISPs para reivindicar melhorias para o MVNO

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *