Odysee lança sua nova versão e chega ao Brasil


Odysee está lançando sua homepage para o Brasil. A plataforma já funciona fora do país através do compartilhamento e streaming de vídeo como YouTube e Twitch, mas funciona de maneira diferente. A Odysee é baseada na tecnologia blockchain e utiliza criptomoedas como parte de sua economia. 

“A Odysee chega ao Brasil em um momento oportuno, quando os criadores independentes locais estão tendo seus ganhos drasticamente reduzidos em plataformas de mídias. Seus conteúdos são rebaixados ou controlados por algoritmos em favor de canais e conteúdos corporativos”, comenta Julian Chandra, um dos desenvolvedores da plataforma Odysee. 

O objetivo da Odysee é fortalecer o espírito dos criadores de conteúdo independentes em todo o mundo e fornecer às pessoas a oportunidade de consumir um conteúdo mais autêntico e identificável. Diferente do conteúdo corporativo que se encontra nas atuais plataformas de mídia. 

PUBLICIDADE  

A monetização dos conteúdos faz parte da inovação que a Odysee quer trazer para todos, tanto para os criadores quanto para os usuários. Ela é realizada por meio de uma criptomoeda própria da plataforma, a LBRY Credits (LBC), que é depositada em sua carteira virtual atrelada a sua conta de e-mail. A plataforma também oferece o sistema de “tips” (gorjetas e boost) permitindo transações entre os usuários e a possibilidade de apoiar seus criadores favoritos com a renda gerada no próprio site. 

“A LBRY Credits é uma criptomoeda criada para uso na plataforma, podendo ser usada para transações, ou até mesmo para trocar em Real, Euro, Dólar ou mesmo outras criptos como o Bitcoin e Ethereum. Sua valorização foi muito boa, fazendo com que aumentasse 1250%, de setembro de 2020 até abril de 2021, fazendo com que seja um ganho de alto valor para usuários da Odysee“, explica Julian. 

Para o atendimento de todos os usuários e criadores, foi criado um servidor em uma aplicativo de voz chamado ‘Discord’ , onde todos poderão acionar os moderadores e passar suas sugestões, reclamações e toda forma de apoio que necessitam. 

“Nossos criadores terão ao seu dispor uma equipe dedicada a atendê-los da melhor forma possível, e vemos como um bom caminho esse canal criado pelo Discord, onde teremos uma proximidade maior com todos. Não daremos um tratamento frio, como é realizado hoje em outras plataformas”, exalta Julian Chandra. 

Odysee para Android, iPad e Roku estão atualmente em desenvolvimento.(Com assessoria de imprensa) 

Previous GeneXus oferece 24 vagas para profissionais de tecnologia
Next Novo testador de cabos e rede é lançado pela Fluke Networks

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *