O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, por unanimidade nesta quarta-feira, 6, a abertura de um inquérito administrativo para investigar supostas práticas anticompetitivas na venda de canais para as operadoras. Segundo o relator, conselheiro Luís Braido, durante a elaboração do seu voto no ato de concentração referente a compra da Fox pela Disney, ficou constatada que as produtoras aplicam preços mais altos para as pequenas e médias operadoras.

Segundo o relator, o inquérito deve responder perguntas como quais produtoras cobram preços diferentes para as operadoras, sobre a estrutura de preços e o que justifica alguma discriminação e se há dificuldades para a entrada no mercado de novas operadoras. A investigação vai envolver todas as produtoras, inclusive a Disney.

Essa não é a primeira vez que o Cade constata essa prática anticompetitiva. No julgamento de outros atos de concentração envolvendo empresas da área da TV por assinatura foi verificada essa discriminação de preço, mas os casos não foram adiante.

PUBLICIDADE