Depois que decidiu ofertar conexão à internet por fibra óptica, em 2018, o provedor Virtual Telecom,  situada no município paraense Mãe do Rio, só contabilizou progressos. O número de clientes aumentou significativamente (de 1,8 mil para 2,8 mil); os planos tiveram velocidade aumentadas de 5 Mbps para 30 Mbps e podendo chegar a 100 Mbps; o preço do serviço caiu; aumentou a qualidade dos acessos e o faturamento da empresa cresceu 40%.

Segundo o gerente da empresa, Nelson Rangel, até o início de 2018, a rede da Virtual Telecom era toda baseada em rádio. Com a fibra, além de maior capacidade para captar clientes, já há um movimento de expansão para cidades vizinhas, como Aurora do Pará e Irituia.

A opção pela fibra se deveu à concorrência. No município outros quatros provedores migraram para essa tecnologia. Até agora, a rede física do provedor é de 80 km, mas algumas localidades continuam a ser atendidas por rádio, porém com velocidades maiores e preços menores.

Até o início do ano, o plano de maior capacidade da empresa era de 5 Mbps, ao custo de R$ 110. Agora, conexão por fibra com velocidade de 30 Mbps custa a partir de R$ 99.

Mãe do Rio fica 200 km distante de Belém e tem 30 mil habitantes. No município não há concorrência das grandes prestadoras.