A Tely, provedor regional com foco na venda de capacidade no atacado para atender ao Nordeste, investiu para ampliar capacidade de seu backbone. Hoje a empresa mantém 3 caminhos de 120 Gbps. E vai adicionar mais 400 Gb em cada. Afinal, já carrega o tráfego de 110 provedores regionais de varejo, que somam de 200 mil a 300 mil assinantes em sete estados da região (todo o Nordeste à exceção de Maranhão e Piauí).

Para ampliar a capacidade de tráfego, os investimentos foram concentrados nos sistemas de comunicação óptica DWDM Coriant (R$ 4,5 milhões) e Padtec (R$ 1,5 milhão), pois a infraestrutura de rede já estava instalada. Para conectar do Ceará à Bahia, a Tely conta com 7 mil quilômetros de rede e tem 116 POPs distribuídos nas capitais principais cidades da Paraíba para atender aos ISPs e aos seus 2 mil clientes corporativos. A empresa compra capacidade da Globnet e da Level 3, através das quais se conecta aos Estados Unidos, saindo por Fortaleza (CE) e ao PTT de São Paulo.

A Tely estreou no mercado para atender ao mercado doméstico em João Pessoa (PB), em 2004. Mas, aos poucos, foi mudando seu perfil de atuação, em função da elevada demanda dos provedores regionais por banda e da falta de oferta. Segundo Leonardo Lins, seu presidente, ainda atua no mercado doméstico, mas de forma localizada. Tem 7 mil assinantes. Seu negócio está no atacado e nos serviços de data center que mantém em João Pessoa.