Parceria garante formação gratuita na área de TI


Up Skill – projeto de capacitação tecnológica coordenado pelo Núcleo Softex Campinas (NSC), e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) firmaram parceria para o compartilhamento de cursos relacionados a tecnologia da informação. O objetivo é oferecer mais opções para jovens e profissionais que queiram ganhar ou aprofundar seus conhecimentos na área de TI, e assim contribuir para suprir a forte demanda por mão de obra especializada neste setor. Ao todo, são mais de 100 cursos gratuitos oferecidos pela parceria. 

As plataformas Workover e do Sebrae formam as bases tecnológicas para a realização dos cursos. O programa visa capacitar profissionais tanto em soft skills como em hard skills, para atuarem em atividades de concepção, desenvolvimento, publicação, manutenção e evolução de produtos e sistemas de base tecnológica e a Gestão Empresarial. 

A ideia é preparar profissionais não somente para empresas que desenvolvem software, mas também qualquer tipo de negócio que demande mão de obra para a área. Isso inclui, mas não se limita, a profissionais de suporte técnico a sistemas, desenvolvimento de software, suporte a sistemas críticos, implantação e manutenção de software, dentre outras especialidades. 

O Up Skill é parte de uma iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, com coordenação da Softex nacional e realização do NSC, com a participação de várias outras instituições de ciência e tecnologia do país. 

Empresas 

O Up Skill reúne centenas de empresas parceiras que contribuem para a formação dos conteúdos de acordo com as especialidades que são demandadas no mercado. É possível também customizar cursos adequados à necessidade de mão de obra de cidades, estados ou regiões envolvidas no projeto. Os currículos daqueles que concluem os cursos são disponibilizados às empresas e entidades participantes e/ou apoiadoras do projeto para que possam avaliar e, eventualmente, contratar estes profissionais. 

O projeto chega para atacar um problema crônico para as empresas de TI brasileiras, que é a falta de mão de obra especializada. De acordo o Relatório Setorial de TIC (2019), da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e de Tecnologias Digitais (Brasscom), o Brasil deve ter um déficit de 270 mil profissionais desta área até 2024, o que resultará em uma perda de receita estimada em R$ 167 milhões por parte das empresas. 

De acordo om o diretor executivo do NSC, Núcleo Softex Campinas, e responsável pela gestão do projeto, Edvar Pera Jr, a falta desses profissionais pode travar o crescimento das companhias de tecnologia da informação, dificultando todo o processo de retomada da economia e transformação digital. 

Os interessados podem se inscrever gratuitamente nos cursos disponíveis pelo link https://workover.com.br/upskill-sebrae (Com assessoria de imprensa) 

  

Previous Unifique inicia reserva de ações e prevê para dia 27 estreia na B3
Next IPO da Brisanet: reserva de ações começa na sexta-feira, 16

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *