Nesses tempos sem precedentes em que muitas pessoas estão trabalhando em casa em todo o mundo, com reuniões por videoconferência, filhos jogando em rede ou assistindo a aulas online, filmes ou séries, as demandas sobre a conexão Internet e sobre a rede interna da casa são bem maiores. Para atender as expectativas e necessidades dos usuários, a Qualcomm recomenda o uso do Wi-Fi Mesh.

Segundo o diretor de produtos da empresa, Hamilton Mattias, a tecnologia ajuda a otimizar as conexões e a qualidade do sinal. É bastante simples montar uma rede Wi-Fi Mesh em casa. Basta comprar um desses sistemas que já vem com duas ou mais unidades mesh (roteador/extensores), e instalá-los na sua casa para propiciar cobertura, operação nas duas bandas de Wi-Fi com seleção automática e uma experiência sem igual. ”Instale sua rede e esqueça que ela existe!”, disse.

Além disso, afirma que a solução permite a mesma velocidade e intensidade de conexão em todos os cômodos, bastando adicionar mais extensores conforme sejam necessários, de acordo com a área da casa. “Os equipamentos que formam a rede Wi-Fi mesh se comunicam entre si e permitem que você esteja sempre conectado ao equipamento mais próximo, garantindo a melhor conexão à Internet, mesmo que se mova pela casa”, diz Mattias.

PUBLICIDADE  

Outra vantagem é a facilidade para instalação da rede Wi-Fi Mesh.  “Com um aplicativo instalado no seu celular, você mesmo instala seguindo passos simples”, observa. 

Para Mattias, como o Wi-Fi é o que define a banda larga, o Wi-Fi do seu celular e da sua rede tem que ser melhor do que a velocidade contratada de sua operadora. De acordo com ele, a rede Wi-Fi mesh permitirá que essa experiência seja verdade para toda a sua casa e que esteja sempre conectado ao roteador mais próximo enquanto se desloca por ela, na banda que estiver melhor em cada momento, tudo de forma transparente e automática. “Uma rede resiliente, que se ajusta às suas necessidades, diferentemente do uso de roteadores ou repetidores tradicionais, que são difíceis de instalar e operar e requerem que o usuário fique escolhendo manualmente em qual roteador quer se conectar”, destaca.

Sistemas de Wi-Fi mesh são de geração Wi-Fi 5 ou 6, fazendo uso das bandas de 2,4 ou 5GHz, com pelo menos quatro fluxos de transmissão/recepção (dois em cada banda), propiciando maior velocidade e capacidade de rede.(Com assessoria de imprensa)