Um dos poucos mercados que mantiveram seus ganhos e até mesmo cresceram durante a crise da pandemia do novo coronavírus foi o mercado de banda larga fixa, mais pessoas em casa acabou desencadeando uma serie de novas ativações por parte dos ISPs, que deram conta do aumento do tráfego. “Devido ao avanço dos provedores regionais somado a onda positiva de novas instalações e baixa inadimplência, alguns fundos de investimento se sentiram motivados a continuarem seus aportes no setor”, afirma o CEO da Vispe Capital, Droander Martins (foto). 

Segundo Martins, após algumas aquisições já realizadas, os fundos têm olhado com bons olhos para os estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. A Vero Internet, empresa do interior de Minas Gerais que foi adquirida pelo fundo Vinci Partners ampliou recentemente sua atuação voltada ao Sul do país com a aquisição da MKA Telecom possuindo presença agora também nas regiões de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O fundo Light Wave Capital por exemplo com sede em Florianópolis (SC), também pretende fazer aportes em ISPs e dispõe de “cheques” de até R$ 150 milhões, segundo seu fundador e gestor, o executivo Ricardo Montes.  

Droander Martins, especialista no mercado de fusão e aquisição de ISPs, afirma que além destes, outros fundos de investimentos que já realizaram aquisições no setor em outros estados, também tem interesse na região, estes utilizam a Vispe Capital (com sede na região Sul) como um agente intermediador. Na sua avaliação, as negociações de M&A na região Sul tendem a ultrapassar R$1 bilhão. 

PUBLICIDADE  

Pablo Constantino sócio de Martins na Vispe explica, mesmo que alguns ISPs não tenham porte para participar de uma negociação de M&A com os fundos de investimentos, eles precisam ficar atentos a estas negociações e estarem bem organizados e assessorados, pois é muito comum após a aquisição de um provedor maior, que este provedor nomeado de “plataforma” compre outros ISPs menores para incorporar a sua estrutura principal investida pelo fundo. “Porém, eles precisam estar bem organizados para conseguir participar destes eventos de liquidez. Essa é a base lógica que beneficia todos os empreendedores que participam da consolidação de qualquer setor”, finaliza Pablo. 

Desafios 

Um tema que já vem sendo bastante debatido há algum tempo é o preço pago pelas empresas provedoras de internet, existe uma “régua” que já está virando quase uma “regra”, de 4 vezes até 6 vezes o EBITDA anual do provedor, mas ainda assim existe uma imensidão de possibilidades entre 4x e 6x, por exemplo: 4.1x, 4.2x, 4.3x, 4.4x e assim por diante, explica Martins. 

O que define em qual ponto exatamente vai parar o valor do ISP é uma avaliação do valor da empresa que irá apontar qual o múltiplo, podendo inclusive baixar de 4x ou ficar acima de 6x se a empresa for realmente muito boa e for justificada através do “valuation”. O conselho do especialista é de que os ISPs comecem a se organizar, para aproveitar a nova onda de investimentos.