O estado do Rio, bem na fita


Até por ser um estado relativamente pequeno e de população mais concentrada, 80% dos domicílios do Rio de Janeiro contam com acesso à internet, em grande medida graças à massificação da banda larga móvel. Uma taxa de penetração semelhante a de países europeus de desenvolvimento médio como Letônia e Eslováquia. A banda larga fixa tem taxa de penetração de 54,5% nos domicílios fluminenses, com 3,241 milhões de terminais em junho de 2018; 39% dos acessos por município (17% dos totais) estão nas mãos dos provedores regionais. 491 empresas do estado contam com registro de SCM na Anatel de um total de cerca de 7 mil no país, segundo levantamento do MCTIC com base em dados da Anatel. Dos 470 terminais registrados por provedores, 43% são em fibra óptica. A radiografia dos provedores no estado do Rio de Janeiro foi apresentada por Artur Coimbra, diretor do Departamento de Banda Larga da Secretaria de Telecomunicações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações aos participantes do Encontro Provedores Regionais realizado no dia 14 de agosto, em Niterói (RJ), pela Bit Social.

PUBLICIDADE  
Previous Redução de ICMS para provedores incomoda operadoras
Next Lei de Proteção de Dados: provedores precisam se preparar

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *