Operador neutro da Infovia 00 será selecionado ainda este ano, diz RNP


Eduardo Grizendi| Diretor de Engenharia e Operações da RNP - INOVAtic 2021
Eduardo Grizendi – RNP – INOVAtic 2021

A Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) já tem prontas as regras e requisitos da licitação para escolha do operador neutro da Infovia 00, um cabo óptico subfluvial que interligará a cidade de Santarém (PA) a Macapá (AP). 

Segundo informou o diretor de engenharia e operações da RNP, Eduardo Grizendi, a instalação deve começar já em setembro, quando a Prysmian, fornecedora do cabo, vai entregá-lo à Navegação Prates, escolhida para fazer a implantação no leito do Rio Amazonas. 

“Estamos preparando para lançar nos próximos meses a proposta para escolha do operador neutro. Neste momento, temos a minuta do termo de referência. Até o final do ano vamos selecionar o operador neutro”, afirmou. Com isso, a entrada em operação do cabo ficará para 2022. Grizendi participou do evento Inovatic 2021, congresso e feira de negócios que está sendo realizado pela Momento Editorial e Bit Social ao longo desta semana. 

PUBLICIDADE  

Ele se refere ao Programa Norte Conectado, que terá ao todo oito infovias baseadas em cabos subfluviais lançados nos leitos dos rios da Amazônia. A RNP é responsável para colocar em pé apenas a Infovia 00. A Infovia 01 será financiada por sobras de recursos da digitalização da TV aberta terrestre. E as demais serão financiadas com recursos advindos do leilão 5G. 

Segundo ele, a experiência resultará em conhecimento para que as próximas etapas do Programa Norte Conectado transcorram de forma mais fluida. A RNP se compromete a transferir informações sobre desafios e sucessos durante a implantação. “Tudo isso que estamos fazendo é só para a Infovia 00. Os termos de referência e modelo de contratação e operação neutra estarão disponíveis para o Gired, a EAD, quem for instalar as demais infovias”, afirmou. 

Cabo especial 

Segundo Marcelo Andrade, diretor da fabricante Prysmian, o cabo está em confecção e o prazo de entrega – setembro – será cumprido. Além de um cabo de 770 km projetado para resistir às condições hostis dos rios amazônicos, com reforços metálicos a fim de impedir arraste por troncos ou rompimentos por âncoras de barcos, a empresa vai fornecer peças e partes sobressalentes para manutenção. 

“Cada projeto como esse é muito específico. O cabo acaba tendo um desenho com características que garantem a aplicação na qual vai trabalhar e do que vai suportar durante a vida útil. Esse cabo particularmente tem fios de aço com resistência mecânica super alta e com núcleo óptico com proteção metálica para não deixar entrar água e dar expectativa de vida do cabo de algumas décadas. A previsão de entrega é setembro. Vamos trazer o cabo e repassar para outro barco para prosseguir com a instalação”, explicou. 

Para participar o Inovatic 2021, gratuitamente, inscreva-se aqui. 

 

Previous UM Telecom se prepara para disputa do leilão 5G de olho na faixa de 26 GHz
Next Banda larga fixa cai 1,8% em abril

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *