OTTs buscam parcerias com ISPs, mas falam em desafios


Crédito: Freepik
Crédito: Freepik

As operadoras de TV buscam a parceria com os provedores regionais, mas admitem que precisam superar desafios. Para Ricardo Falcão, construir um modelo de negócio ganha-ganha é o principal problema porque a rentabilidade é ajustada, com pouco espaço para divisão. 

Falcão acredita que a Box TV e a Claro OTT atendem muito as cidades de maior porte fora das redes das grandes operadoras e a parceria dos provedores é bem-vinda. “Estamos trabalhando para chegar a um acordo”, disse. 

Gustavo Fonseca, da DirecTV GO, vê, além da questão da rentabilidade, outros desafios para trabalharem com ISPs, como os acordos com outras OTTs. “O Brasil é o único país que tem provedores de grande porte e de redes com qualidade e consideramos conversar com eles para aumentar a nossa base”, disse. 

“A gente está tentando acelerar nosso aprendizado para aproveitar esse mercado, que é único no mundo”, disse Fonseca, que participou, nesta segunda-feira,9, do Pay TV Fórum. 

Já o representante da Oi, Francisco Teclas, disse que a Oi TV pode ser vendida fora de sua rede, mas está focando nos clientes internos para aumentar seus clientes. 

Previous Motorola abre 45 vagas para profissionais de TI em SP
Next Como os ISPs podem se preparar para o 5G

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *