O número de assinantes da banda larga fixa atendidos pelos ISPs recuou 1,5% em junho, na comparação com o mês anterior. Porém, de acordo com a Anatel, das 5,5 mil empresas que se enquadram na classificação de Prestadoras de Pequeno Porte, 506 não enviaram os números, o que pode ter contribuído para a variação negativa. Das grandes prestadoras, a Claro foi a única que cresceu na variação mensal, mais 14,55 mil domicílios (+0,15%) e a Vivo e Oi menos 38,96 mil (-0,52%) e menos 36,49 mil (-0,63%).

O conjunto das PPPs, ofertou banda larga fixa a 8,21 milhões de domicílios (25,91%), que representa a segunda maior participação nesse mercado. A maior participação o em junho de 2019 foi registrada pela Claro com 9,53 milhões de domicílios (30,08% do total). A Vivo ficou com 7,39 milhões (23,31%)  de assinantes e a Oi, com 5,75 milhões (18,16%).

De acordo com os dados de junho deste ano, o conjunto das PPPs teve o maior crescimento da banda larga fixa em 12 meses, mais 1,55 milhão de domicílios (+23,28%). A Claro também registrou aumento de 364,27 mil (+3,97%) e a Vivo e Oi reduções de 198,52 mil (-2,62%) e de 483,96 mil (-7,09%), respectivamente.(Com assessoria de imprensa)