Do Tele.Síntese

Os rumores que circulavam no mercado se confirmaram. O presidente Michel Temer enviou hoje, dia 6, para o Senado Federal, o nome do advogado Emmanoel Campelo, filho do ministro do TST Emmanoel Pereira, para a vaga de conselheiro da Anatel, em lugar de Igor de Freitas, cujo mandato acaba no dia 4 de novembro.

Campelo foi integrante do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), indicado para ocupar a vaga da representação da Câmara dos Deputados por Dilma Rousseff em 2012, para um mandato de dois anos. Ele é mestre em direito Internacional pela Universidade de Brasília e foi assessor parlamentar da Câmara dos Deputados entre 2008 e 2011.

A indicação do advogado é da cota do senador Garibaldi Alvez (PMDB-RN) e do ex-ministro Henrique Eduardo Alves, preso pela Lava-Jato. Inicialmente, a sua indicação estava prevista para o Conselho do Ministério Público, mas essa vaga acabou sendo preenchida por um indicado do presidente do Senado, Eunício de Oliveira e, então, ele acabou transferido para a Anatel.
OI

Campelo teve recentemente um envolvimento muito próximo com a concessionária em recuperação judicial, a Oi. Ele foi indicado pelo juiz da 7a Vara Empresarial para ser o mediador entre a operadora e a Anatel para tentar buscar uma conciliação para as multas da operadora na Recuperação Judicial. Mas a Advocacia Geral de União (AGU) preferiu adotar outro caminho, recorrendo à justiça para sair da RJ, disputa que continua até hoje.

Conforme o Valor Pro, o nome de Campelo aparece também na investigação da Lava Jato, em ligações para o ex-ministro Henrique Eduardo Alves, que está preso.