A satisfação com obtenção de outorgas de serviços de telecomunicações na Anatel avançou entre julho e setembro do ano passado, na comparação com o trimestre anterior. A nota da agência nesse quesito subiu de 4,63 (numa escala de 1 a 6) para 4,82, conforme mostra o relatório da Ouvidoria sobre o Índice de Satisfação dos Usuários dos Serviços Prestados pela Agência Nacional de Telecomunicações (ISSA).

A melhora se deu principalmente pela percepção de aumento da simplicidade para se obter a outorga, que subiu 6,6%. Também houve melhora na percepção na facilidade para obtenção e no sistema que permite a solicitação, referentes ao fator acessibilidade, com alta de 6,1%.

A pesquisa mostrou que o ISSA do trimestre ficou em 4,49, nota menor que obtida no trimestre anterior (4,57). Segundo a Ouvidoria da agência, o desempenho aponta para a estabilidade na percepção de satisfação do usuário pelos serviços prestados pela Anatel, mas que requer melhorias, já que foi a segunda queda seguida.

Entre os pontos que podem ser trabalhados, na opinião da Ouvidoria, a redução de quantidade de interações e a complexidade dos procedimentos, no caso do serviço de Outorga de Serviços de Telecomunicações. No serviço de Soluções de Competição, o órgão recomendou a redução do prazo estipulado pela Anatel para obtenção do serviço, a busca de maior efetividade na resolução de eventuais problemas, e também a redução do tempo de disponibilização de resultado da solicitação junto à Anatel.

Os serviços analisados na pesquisa são aqueles definidos na Carta de Serviços da Anatel, que são: Certificação e Homologação de Produtos para Telecomunicações; Outorga de Serviços de Telecomunicações; Atendimento ao Consumidor; e Soluções de Competição. Leia o relatório completo aqui.