5G e Wi-Fi 6 formam uma dupla imbatível


O 5G pode demorar um ano ou mais para ser implantado no Brasil, mas o Wi-Fi 6, implementado muito recentemente e que vai turbinar as conexões caseiras e corporativas, deve estar funcionando já no final do ano, afirma o superintendente de Outorgas e Recursos à Prestação da Anatel, Vinicius Caram. Com essa nova tecnologia, as conexões podem chegar a 9,6 Gbps, o que garantirá acesso de vários dispositivos simultaneamente com alta disponibilidade. 

Porém, ressalta Caram, associado ao 5G, o Wi-Fi 6 terá a sua principal função, tanto que as duas tecnologias são consideradas uma dupla imbatível. “Associados o Wi-Fi 6 ao 5G o escoamento do tráfego no consumo de vídeos e mídias ocorrerá de forma mais eficiente”, ressalta o superintendente. 

Para a implantação do 5G, ainda depende da realização do leilão das frequências, cujo edital ainda está em construção. O Conselho Diretor da Anatel aguarda estudos técnicos relativos a interferências entre as redes da quinta geração e o serviço de TV aberta por parabólica, na faixa de 3,5 GHz, considerada o filé da nova tecnologia. As empresas de satélites já apresentaram um estudo nesse sentido, mas os testes de campo sobre mitigações estão parados em função da pandemia do novo coronavírus, sem prazo para conclusão. 

PUBLICIDADE  

Já o Wi-Fi 6, que usará a faixa entre 5,9 GHz e 7,1 GHz, não licenciadas, depende apenas das especificações e padrões técnicos para homologação dos equipamentos para certificação. E a conclusão desse processo, contando com a passagem pelo Conselho Diretor para crivo, deve ocorrer até novembro. “Os seja, as redes poderão estar funcionando no Natal”, adianta Caram. 

Segundo o superintendente, a diferença entre o Wi-Fi 6 e o 5, que funciona na faixa de 2,4 GHz, é a maior largura de banda. “Com espectro não há segredo, mais banda significa maior eficiência”, ressalta. Ou seja, na nova faixa, as portadoras podem ser maiores o que garante capacidade maior. Mas ainda não há terminais com capacidade para usar o Wi-Fi 6 certificados no Brasil.

Na associação com o 5G, o Wi-Fi 6 permite maior eficiência mão só para o escoamento do tráfego, mas também para o funcionamento dos carros conectados, realidade aumentada e outras aplicações. De acordo com Caram, alguns países onde a rede 5G já foi implantada, como o Japão, já usam as tecnologias associadas.       

Previous Telecall turbina rede com soluções da Padtec
Next Google simplifica a busca por filmes e séries  

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *