D-Link aposta em soluções Mesh para ampliar sinal de Wi-Fi


Em vez de ter um único roteador disponível para gerar sinal Wi-Fi para toda a sua casa, muita gente está optando por soluções Mesh usando múltiplos roteadores espalhados no ambiente – também conhecidos como pontos de acesso. Um desses pontos é conectado ao modem usado pelo seu provedor de Internet, assim como o roteador atual. 

Os pontos adicionais, em seguida, pegarão o sinal sem fios (ou por cabo de rede) e o estenderão para a área ao redor do ambiente onde se deseja ter melhor sinal Wi-Fi disponível. 

Com um repetidor sem fios convencional, é preciso se conectar manualmente à rede expandida para obter o benefício do aumento da cobertura Wi-Fi, entretanto é como ter duas redes Wi-Fi disponíveis no mesmo ambiente de uso. Isso afetará a experiência de conexão – especialmente ao se locomover entre os ambientes usando smartphone durante uma chamada de voz – pois o roaming entre as redes precisa ser configurado manualmente. 

PUBLICIDADE  

Esta não é a melhor experiência que se espera nos dias de hoje, especialmente quando se contrata links de internet com velocidades superiores a 100Mbps. 

Com um roteador Mesh, no entanto, só tem um nome de rede em toda a casa e pode aproveitar o que é chamado de “roaming contínuo” que é a capacidade de ficar conectado ao sinal mais forte onde quer que você esteja dentro da rede sem ter que mudar manualmente para outro nome Wi-Fi. 

O Sistema Wi-Fi na Casa Toda COVR da D-Link oferece a mais recente tecnologia Wi-Fi Mesh disponível no mercado, certificada pela Wi-Fi Alliance como EasyMesh. Oferecendo cobertura para áreas de até 500m2 com tecnologia de roaming inteligente, o sistema (modelos COVR-1100, COVR-1102 e COVR-1103) da D-Link oferece velocidades de até 1.200 Mbps para garantir que todos os dispositivos conectados na casa tenham o melhor desempenho, não importa onde estejam localizados.(Com assessoria de imprensa)  

Previous Design de Serviços: A solução para não interromper o consumidor
Next YouTube lança nova métrica sobre visualização de conteúdo nocivo

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *