Espectro de 6 GHz é disputado para uso no WiFi 6E e no 5G


The 3D rendering building on tablet for wifi 6 concept.
The 3D rendering building on tablet for wifi 6 concept.

A disputa por 1.200 MHz disponíveis na frequência de  5,9 GHz a 7,1 GHz  (conhecida como banda de 6 GHz) entre os fabricantes que defendem a sua destinação para o uso não licenciado e aqueles que defendem para o uso licenciado da 5G foi explicitada hoje, 8, durante as apresentações no Painel Telebrasil 2020. Enquanto a Ericsson, fabricante com origem europeia, sugere que um pedaço dessa banda fique reservado para avaliações futuras sobre a demanda da 5G, a Cisco e a Qualcomm, de origem norte-americana, reivindicaram a necessidade de sua alocação imediata para as tecnologias que usam o espectro não licenciado, como o WiFi, cuja evolução para a ocupação desse espectro foi batizada de WiFi 6E.

Para Paulo Bernardocki, diretor de Soluções e Tecnologia da Ericsson, a faixa de 6 GHz  será a última banda média remanescente, e ela é bastante propícia para o adensamento da oferta de banda larga móvel nos centros urbanos. Por isso, ele advoga que não seja totalmente alocada para uso não licenciado. ” Pode-se reservar uma parte desse espectro para avaliações futuras”, defendeu, argumentando que 25% do tráfego fixo sem fio ocorrerá pelas redes do 5G por intermédio da tecnologia FWA.

Já para Giuseppe Marrara, diretor de Relações Governamentais da Cisco, o uso da tecnologia WiFi durante a pandemia teve crescimento vertiginoso e ela exerce um papel fundamental na estabilidade do tráfego 4G e 3G. ” Estima-se que em 2022, 59% do tráfego de dados será off load e que com a 5G será de 71%”, afirmou o executivo.

PUBLICIDADE  

O tráfego off load é aquele que deixa as redes móveis e circula pelas redes fixas através dos equipamentos de WiFi. Marrara disse ainda que, com a reserva de todo o espectro para frequências não licenciadas, o custo por bit será menor, e o serviço mais barato para o usuário final, já que não demandam pagamento pela ocupação do espectro.

 

Previous Clube de vantagens para ISPs tem nova representante comercial
Next Android 11 chega com mais proteção para usuários

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *