Programa Nordeste Conectado é debatido em reunião


O projeto Nordeste Conectado, que toma como modelo o case de sucesso da PPP Piauí Conectado, foi discutido nessa sexta-feira, 25. A coordenadora da Câmara Setorial de Arranjos Público-Privados do Consórcio Nordeste e superintendente de Parcerias e Concessões do Piauí, Viviane Moura, participou da reunião virtual para apresentar o diagnóstico do projeto de conexão de rede no Nordeste para os demais membros da Câmara. O objetivo do programa é levar a internet para municípios da região com baixa conectividade. 
 
A partir desse encontro, será montada uma proposta levando em conta o cenário e potencialidade de cada estado para o desenvolvimento de modelos alternativos que possam viabilizar a conectividade, analisando a legislação e custo operacional de implantação do projeto. “A próxima etapa é tratar essa apresentação com os governadores para que definam qual a linha estratégica pensando no Nordeste, o que de fato representa integração para atender aos pilares, como infraestrutura, operações, governo digital e aberto, cibersegurança, competências e economia digital”, explicou Viviane Moura. 
 
Para Ricardo Mucci, diretor da Cisco Brasil, as empresas e governos têm avançado rapidamente na transformação digital e a Cisco se propõe a ajudar no desenvolvimento de novas aplicações seguras e preparadas para o futuro. “Entre os focos da nossa iniciativa Brasil Digital e Inclusivo estão o fortalecimento da segurança cibernética, aceleração do Governo digital, ampliação de infraestrutura digital, transformação da educação e também da saúde com a telemedicina, entre outras temáticas relacionadas à tecnologia e inovação”, disse Ricardo. 
 
Caio Bonilha, da empresa de consultoria Futurion, apresentou modelos de conexão e estratégias para propiciar a massificação da internet banda larga, e falou também do trabalho da PPP Piauí Conectado destacando como vários pontos de internet no Piauí que antes eram atendidos por satélite e agora têm fibra óptica através da PPP, resultando em uma economia maciça para o estado. “Mas o grande destaque da Piauí Conectado é a rede integrada de maneira que o Governo do Estado tenha a supervisão dos seus pontos em cada um dos municípios que é o princípio básico de qualquer bom projeto de conectividade, é esse atendimento a vários pontos com alta capacidade e rapidez de acesso”, ressaltou Caio. 
 
A reunião é parte do cronograma de ações do Consórcio Nordeste e contou com participação de representantes dos demais estados como Ticiana Gentil (CE), José Oliveira Júnior (SE), Andrey Gameleira (AL), Marcelo Sandes (PE), Helenildo Neto (AL), Manoel Veloso (MA), Sérgio Leite, Glauber Piva e Priscila Romano (BA). Com a apresentação de cases exitosas, a proposta aprovada será pactuada e integralizada para toda a região. Assim, a experiência de sucesso de um estado pode ser replicada e trabalhada nos demais para transformar em um Projeto Nordeste. 
 
A Câmara Setorial de Arranjos Público-Privados do Consórcio Nordeste possui uma função transversal e integradora, fundamental no processo de unidade e de promoção de políticas de desenvolvimento e crescimento para o Nordeste, e é coordenada pelo Programa de PPP Piauí. (Com assessoria de imprensa) 

Previous MP que simplifica funcionamento de empresas é aprovada na Câmara
Next Regulação prévia para redes neutras não está no radar do MCom

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *