Seu provedor de internet precisa de marketing?


Por Camila Nogueira*

Provedores de Internet Regionais, um mercado aquecido e que há alguns anos vem crescendo de maneira exponencial no Brasil. Tal fenômeno é fácil de entender quando analisamos a necessidade da população em estar conectada e fazemos um paralelo com a qualidade da prestação do serviço oferecida pelos grandes players.

Outro fato a ser pontuado é que estas grandes operações, nem sempre, tiveram a sua atenção voltada para certas áreas de cobertura. O que não diminui a carência da região e ao mesmo tempo atraí o foco dos provedores de internet regionais.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, esses pequenos provedores ganharam 732 mil novos contratos entre janeiro e maio de 2020, um crescimento de 7%. O Brasil tem 14 mil empresas regionais, os pequenos provedores. Juntas, elas têm 33% do mercado de internet fixa no paísTais dados ilustram a representatividade deste mercado.

A internet, mesmo antes da pandemia, já era considerada um serviço indispensável e, desde meados de fevereiro de 2020, quando começaram a fechar as cidades para combater o avanço do vírus no País, a necessidade de estar conectado se tornou algo, mais do que nunca, essencial. Para se ter uma ideia, o uso da internet no Brasil cresceu entre 40% e 50%, segundo dados da Anatel.

Com a alta da demanda, aliada à necessidade real, e um mercado em crescimento, os provedores precisaram se atentar na forma com que se comunicavam com o público e, também, se destacar em meio a tanta concorrência e ainda mostrar a sua existência frente às grandes empresas que investem altos valores em marketing.

E é exatamente neste ponto, que a estratégia, tanto digital quanto off-line, surge para sanar a maior dor destas empresas, tornarem-se conhecidas, competitivas e valorizadas. Se você possui um serviço de qualidade, cuja demanda do mercado é alta e essencial, muitos pensam que se torna fácil vender. Mas, se ninguém conhece a sua marca, ou sabe qual é o seu negócio, o que ele faz e não existe confiança, as vendas demorarão muito mais a acontecer.

Com essa necessidade óbvia de se reinventar, surge o marketing especializado para o mercado de provedores de internet regionais. Um serviço especializado e baseado em técnicas fundamentadas e difundidas, sem subjetividade, mas matematicamente calculadas para que os investimentos tragam retornos mensuráveis e reais para as empresas do segmento.

Existem estratégias, técnicas e uma gama completa de ideias que podem ajudar qualquer negócio a decolar. Contudo, o conhecimento específico de uma área e a experiência dentro de num segmento, podem fazer toda a diferença na hora de direcionar todas essas táticas de forma muito mais assertiva!

Sabe aquela pergunta, lá no título deste artigo “seu provedor precisa de marketing?”, a resposta é muito simples e direta, é claro que precisa! E convido à uma reflexão, você pode até vender sem estratégias, mas o perigo está na estagnação, pois é lá que está à beira do declínio.

Investir em marketing é dar o próximo passo para tornar tudo que funciona na sua operação, ainda melhor e mais visível, além de ser uma oportunidade perfeita para melhorias com foco na exposição de sua marca e reconhecimento do público!


*Camila é especialista em marketing para telecomunicação e diretora da Agência Uhaau

Previous Empresas do Simples Nacional já podem pagar tributos usando o PIX
Next Descanso entre reuniões reduz estresse, diz estudo da Microsoft

No Comment

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *